terça-feira, 11 de novembro de 2008

Desatando.

(...)
Fazia 3 dias que me sentia uma pessoa cada vez pior.
Por fim, quando consegui desatar aquele nó na garganta que todos pensavam ser cego e que impedia que eu me libertasse, logo tentaram lacear outro. Mas esbravejei, fui atingida, lutei, me tornei uma pessoa pior ainda à vista alheia só para me libertar e voltar a ser melhor.
Posso estar no chão agora, com dificuldades para respirar. Mas agora eu sei que vou melhorar.
(...)

Has someone taken your faith?
It's real, the pain you feel
Your trust?
You must confess
Is someone getting the best, the best, the best, the best of you?

Best of You - Foo Fighters

2 comentários:

Magdalene le Boursier disse...

Faço minhas as suas palavras. Pena eu não estar tão esperançosa como vc...
melhoras, honey! bjos!

Thiago disse...

Eita... pergunta: tentam atar SÓ a sua garganta? De uns dias pra cá venho pensando que muita gente (até na inocência) ata o corpo inteiro dos outros.

Um passo de cada vez. Pise firme. Desate-se teimosamente. E se for aplicável ao caso (^^' pra mim desconhecido), "a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena".

^^'Chega de abstração e... x_x eu vou dormir. Beijo.